Categories
Saúde e remédios Vida e Lazer

4 máscaras caseiras para amenizar rugas ao redor dos olhos

Os sinais do tempo são, sem dúvida, um dos maiores inimigos das mulheres quando o assunto é beleza. Uma pesquisa recente feita pela Imedeen, com 500 mulheres, de 30 a 60 anos, apontou que 94% das entrevistadas têm algum sinal na pele do rosto que as incomoda e mais da metade apontou as linhas de expressão como maior inimigo, seguidas de manchas na pele, flacidez e rugas.

“Acredito que essa situação ocorre porque muitas delas não têm a preocupação de cuidar da pele de forma preventiva e, quando se deparam com algumas mudanças, começam a ficar preocupadas”, avalia a dermatologista Eloisa Ayres.

Segundo a especialista, os cuidados com a pele devem começar bem antes dos 30 anos, ainda na adolescência, com o uso frequente de protetor solar e higienização diária, de acordo com o tipo de pele. A partir dos 20 anos, é a hora de acrescentar nessa rotina de beleza alguns ativos de tratamento, que vão mudando em cada fase da vida.

Até os 30 anos…
O primeiro passo se dá com a vitamina C para o rosto. “Ela é muito indicada nessa idade por ser preventiva”, explica Dra. Eloisa. Além de ter clareador de manchas na pele e iluminadores, ela tem potente ação antioxidante, que previne o envelhecimento precoce, e ainda estimula a síntese de colágeno.

A dermatologista Cristiane Braga, da clínica Due e sócia da SOBRAE (Sociedade Brasileira para Estudos do Envelhecimento), reforça ainda que um dos principais objetivos nesta fase é controlar a tendência ao aparecimento de manchas na pele. Por isso, indica os clareadores de pele Heliocare Max Defense, da Melora, e o Eucerin Fluido Clareador.

A partir dos 30 anos…
Nesta fase entram em cena os fatores de tratamento. “É um período em que o corpo começa a apresentar sinais físicos das lesões celulares”, conta Dra. Eloisa. Os ativos mais indicados são os derivados da vitamina A, como retinol, retinoaldeido e ácido retinoico, que estimulam a renovação das células e produção de colágeno. Paralelamente, a especialista também indica o uso de clareador de pele mais potentes, como a hidroquinona.

Os produtos indicados pela Dra. Cristiane são o Retin-A Micro Gel, da Valeant, e Melora C.

Depois dos 40 anos…
A partir desta idade, as alterações hormonais provocam perda significativa de firmeza e densidade da pele. “Apesar de os tratamentos com derivados de vitamina A serem responsáveis por estimular a produção de colágeno, é preciso ainda associar peptídeos e outros derivados de sódio que ajudam a manter a estrutura da cútis”, aconselha Eloisa. É importante procurar também por cosméticos que carreguem componentes hormonais e alfa-hidroxiácidos na fórmula. Assim, o controle da renovação celular ficará garantido.

Segundo Dra. Cristiane, Derm AHA, da La Roche-Posay, o Soya Unify, da ROC, e o Prevage, da Elizabeth Arden, são ótimas opções.

Depois dos 50 anos…
Neste momento é quando a flacidez realmente dá as caras. Para minimizá-la é preciso, então, lançar mão de creme facial tensor mais potente. De acordo com Cristiane, o Endocare Tensage, da Melora, e o Abeille Royale, da Guerlain, exercem bem esta função reparadora.

ALERTA DE EXPERT!
Para facilitar a escolha, muitas marcas já especificam na embalagem a indicação de faixa etária, que deve sim ser considerada. “Um produto indicado para a pele mais madura não vai funcionar na mais jovem, que tem ação de hormônios regulados”, garante a Dra. Eloisa. “É preciso respeitar os mecanismos de envelhecimento que a pele sofre.”

Além disso, é necessário ter paciência. Isso porque um creme anti-idade facereverse começa a mostrar um resultado efetivo após oito semanas de uso. E para não errar na aplicação, a especialista aconselha usar uma quantidade semelhante ao grão de ervilha e aplicar sempre contra a gravidade – de dentro para fora e de baixo para cima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *